INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CAPIXABA TEM FORTE QUEDA NA ATIVIDADE EM MARÇO

Em março de 2020, o nível de atividade da Indústria da Construção no Espírito Santo mostrou-se muito abaixo do usual em relação aos meses de março. O índice reduziu 19,0 pontos em comparação ao usual de fevereiro e atingiu 18,9 pontos, menor valor já registrado. A contração da atividade também foi captada pela queda de 9 pontos percentuais na Utilização da Capacidade de Operação (UCO). O indicador marcou 49% em março, revelando maior ociosidade para a Industria da Construção. Estes resultados sofreram impacto da redução da demanda ocasionada pela atual pandemia de COVID-19 e das medidas de distanciamento social.

Análise trimestral

As condições financeiras das empresas da construção pioraram de forma significativa no 1º trimestre de 2020 com os desdobramentos da atual pandemia, onde 64% dos empresários pesquisados responderam que a margem de lucro operacional no trimestre foi ruim. O acesso ao crédito se tornou mais difícil no primeiro trimestre do ano, recuando de 43,5 para 35,5 pontos. Dentre os problemas mais relatados pelos industriais da construção, a falta de demanda interna e a inadimplência dos clientes ganharam destaque no primeiro trimestre de 2020.

Expectativas

Os indicadores de expectativas registraram as maiores quedas da série em abril de 2020, mostrando que os empresários da construção estão pessimistas frente aos próximos meses. Os índices de expectativas para o nível de atividade e de novos empreendimentos registraram 22,7 e 24,4 pontos, respectivamente, atingindo os menores valores da série. Neste cenário, 78% dos empresários pesquisados responderam que não pretendem investir nos próximos seis meses. Dessa forma, o indicador de intenção de investimento registrou 24,3 pontos, com queda de 22,5 pontos.

    O Ideies divulga mensalmente um painel dinâmico e interativo com os resultados da pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para o Espírito Santo e para o Brasil.

    Além disso, trimestralmente, o leitor tem disponível um relatório com análise dos indicadores relacionados ao nível de atividade da indústria capixaba e às expectativas para os próximos seis meses.

TAGS: