Até agosto, ES acumula a criação de 15.221 novos postos formais de trabalho em 2019

Em agosto de 2019, o mercado formal capixaba abriu 379 novos postos, entre 28.488 admitidos e 28.109 desligados, acumulando no ano a criação de 15.221 postos de trabalho. Apesar do fechamento de postos verificados nos meses de junho e julho deste ano, entre janeiro e agosto houve crescimento de 20% do saldo de postos formais em comparação ao mesmo período de 2018.

Para o Brasil, agosto foi o terceiro mês consecutivo de saldos positivos. No ano, o país acumulou a criação de 593.467 vagas formais, aumentando em 1,55% o estoque de postos formais no país, um registro total de 39 milhões de vínculos celetistas ativos.

Setores

No mês de agosto de 2019, o saldo positivo de postos formais (+379) no mercado de trabalho capixaba foi fruto de novas vagas abertas principalmente nos setores de serviços (+1.636), comércio (+304) e construção civil (+101). Os setores com registros de fechamento de postos foram a agropecuária (-1.310) e a indústria de transformação (-403). 

No país, os setores com maior expansão de vagas no ano foram serviços (+354.638), construção civil (+96.575) e indústria de transformação (+94.425). 


    Com o resultado de agosto, o Espírito Santo soma um total de 732 mil postos de trabalho no mercado formal, uma ampliação de 2,12% no total de vínculos formais registrados em dezembro de 2018. 



Salário de admissão

Em agosto, o salário médio dos admitidos no Espírito Santo foi de R$ 1.439,09, com a indústria extrativa mineral apresentando o maior salário médio de admitido (R$ 2.705,74) entre os setores.