O Findeslab no ecossistema de inovação capixaba

O Fato Econômico Capixaba de setembro aborda a inserção do Findeslab no ecossistema de inovação do Espírito Santo. 

Inaugurado na cobertura da Findes na primeira semana de setembro de 2019, o Findeslab caracteriza-se como um hub de inovação capixaba. Esta iniciativa promove a conexão entre os desafios gerados nas indústrias locais com as propostas de soluções, sobretudo aquelas de base tecnológica. Esses projetos podem ocorrer por meio de inovação aberta, individual, setorial e spin-off. Para viabilizar o desenvolvimento desses projetos inovadores, o espaço oferece ambientes estruturados para ideação e elaboração, bem como ferramentas para a execução, como o desk test e o maquinário de prototipagem exata. 

O Findeslab já conta com empresas importantes para o desenvolvimento capixaba, como ArcelorMittal, Vale, FortLev, ISH, Unimed, Shell e Soma Urbanismo, e com o apoio de órgãos públicos regionais - Prefeitura de Vitória, Fapes e Governo do Estado do Espírito Santo. Neste sentido, esse hub passa a integrar o ecossistema de inovação do Espírito Santo com a proposta de conectar os atores que nele já fazem parte e incluir novos agentes, para fomentarem as atividades inovativas inerentes às demandas industriais locais. O Findeslab exerce um importante papel para o empreendedorismo industrial e posiciona competitivamente o Espírito Santo na discussão do ecossistema nacional de inovação.

As empresas parceiras do Findeslab identificaram os desafios industriais que precisam de soluções tecnológicas, tais como: identificação preditiva de emissões atmosféricas em processos industriais; robotização de atividades industriais; aprimoramento de cidades inteligentes; melhoramento da logística e distribuição de produtos; emprego de IoT no comércio varejista; redução da emissão de gás carbônico em operações industriais; otimização de projetos arquitetônicos; automatização do processo de vendas; e melhoramento da confiabilidade dos dados e de manutenção de equipamentos. 

Por meio de editais de chamadas, as startups e micro e pequenas empresas de base tecnológica podem submeter as propostas de projetos que atendam a estes desafios. Após a seleção do projeto, as etapas seguintes são a elaboração de um plano e a execução colaborativa do projeto. O Findeslab selecionará 20 empresas para apresentarem as ideias, e disponibilizará o aporte financeiro de até R$ 200 mil por projeto, além de bolsas de extensão e suporte do Senai.

    Para conhecer melhor sobre o espaço deste hub  e o Programa Findeslab de Empreendedorismo Industrial, acesse o site https://findeslab.com.br/.

Sendo o ecossistema de inovação um ambiente que envolve atores como empresas, instituições de pesquisa, capital humano, políticas públicas e muitos outros organismos, como o Espírito Santo posiciona-se em relação aos outros estados brasileiros? Confira alguns dos rankings nacionais de métricas de inovação no Fato Econômico Capixaba deste mês.