Atividade econômica do Espírito Santo apresenta queda de 0,69% em junho de 2019

O Índice de Atividade Econômica Regional (IBC-Br) é um indicador do Banco Central divulgado mensalmente que agrega as informações sobre o desempenho da economia nos setores agropecuário, industrial, de serviços e de comércio a partir das pesquisas mensais do IBGE.

O IBCR-ES registrou queda de 0,69% na passagem de maio para junho de 2019, considerando valores ajustados sazonalmente. No cenário nacional, a variação mensal foi positiva (+0,30%). Nesse mês, apenas cinco das 14 regiões pesquisadas exibiram recuo na atividade econômica. O melhor desempenho no mês foi do estado do Amazonas (+1,44%), seguido por Minas Gerais (+1,14%).

Especificamente no caso do Espírito Santo, a retração do mês de junho de 2019 foi puxada principalmente por:

  • Produção industrial:  -13,2%;
  • Atividades no comércio varejista:  -6,7%;
  • Volume de atividades do setor de serviços:  -0,6%.
Fonte: pesquisas mensais de produção industrial (PIM-PF), comércio (PMC) e serviços (PMS) do IBGE.

    Comparando o desempenho da atividade econômica registrada em junho de 2019 com o mesmo mês do ano anterior, o Espírito Santo apresentou recuo de 3,48%. O Brasil, por sua vez, registrou queda de 1,75%.

Em relação aos 6 primeiros meses do ano, a atividade econômica no Espírito Santo foi 0,30% menor que a observada no mesmo período de 2018, enquanto o Brasil apresentou crescimento de 0,62%.