Inflação da RMGV registra 0,09% em maio e preços livres caem 0,29%

O IBGE divulgou nesta sexta-feira, 07 de junho, o índice de preços ao consumidor amplo (IPCA) referente ao mês de maio. 

Brasil

No Brasil, a inflação foi de 0,13%, menor resultado para maio desde 2006. Além disso, o índice oficial de inflação do país cresceu em um ritmo menor que o observado em abril de 2019 (+0,57%). 

RMGV

Na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV), o índice variou +0,09% em maio de 2019. Essa é a menor taxa para um mês de maio na série histórica que iniciou em 2014, quando a região foi incluída na pesquisa do índice. Com esse resultado, a inflação na RMGV desacelerou pela terceira vez consecutiva, saindo de 0,58% em fevereiro para 0,39% em março e 0,32% em abril. 

Além da região da Grande Vitória, na variação mensal, Belém (+0,05%), Curitiba (-0,03%), Brasília (-0,05%) e Rio de Janeiro (-0,05%) também ficaram abaixo da média nacional.

Inflação acumulada em 12 meses

No Brasil, a inflação no mês de maio, acumulada nos últimos 12 meses, foi de 4,66%. Na Grande Vitória a variação foi de 4,45%, com destaque para o aumento do preço do gás veicular (+20,42%) e do ônibus urbano (+10,51%).

    A leve alta de preços (+0,09%) verificada na Grande Vitória em maio desse ano decorreu do aumento de 1,17% nos preços administrados, com destaque para as elevações dos preços da gasolina (+4,12%), do óleo diesel (+1,79%) e dos produtos farmacêuticos (+1,23%). Os preços livres, por sua vez, apresentaram deflação de 0,29%. Para o Brasil, o comportamento dos preços (+0,13%) foi parecido, com variação de +1,16% dos preços administrados e de -0,23% dos preços livres.