As importações capixabas cresceram 10,4% até abril de 2019

No primeiro quadrimestre do ano, as importações do estado avançaram 10,4%, comparada ao mesmo período de 2018, totalizando US$ 1,8 bilhão. Esse movimento positivo foi inverso ao verificado nacionalmente, e também em relação às exportações.

O resultado positivo das importações está presente em quase todas as categorias econômicas, com exceção dos bens de consumo. Ressalta-se o comportamento dos bens intermediários que, além da maior participação na pauta importadora capixaba (37%), obtiveram o maior crescimento (+23%).

Os principais produtos adquiridos pelo estado foram hulha (carvão mineral), com US$ 354 milhões que representa 19% do total importado, automóveis com motor a explosão, com US$ 91 milhões e participação de 5% do total, coques com granulometria (combustível derivado da hulha), com US$ 61 milhões e parcela de 3% do total.

O saldo da balança comercial, diferença entre as exportações e as importações, foi superavitário para o Espírito Santo em US$ 520 milhões, até abril deste ano. O resultado ficou 38% abaixo do ocorrido no mesmo período de 2018, fato explicado pelo avanço das importações descrito acima, além da queda das exportações (-6%).

Houve crescimento, também, nas quantidades importadas em toneladas, 14% a mais do que o importado até abril de 2018, totalizando US$ 3 milhões de toneladas no acumulado de 2019.

Para mais informações sobre o cenário externo, confira a publicação completa do Boletim Econômico Capixaba - Maio/2019.