Índice de atividade econômica do ES cresce 2,0% no 1° trimestre de 2019

O Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR) é um indicador do Banco Central divulgado mensalmente que agrega as informações sobre o desempenho da economia nos setores agropecuário, industrial, de serviços e de comércio a partir das pesquisas mensais do IBGE. O índice, calculado para treze unidades federativas, é útil para acompanhar a evolução da atividade econômica do Espírito Santo e do Brasil, mas não se trata de uma projeção do PIB.

No primeiro trimestre de 2019, o nível atividade econômica no estado do Espírito Santo, medido pelo IBCR-ES, cresceu 2,01%, na comparação com mesmo trimestre do ano anterior. Para o Brasil essas variações foram bem mais modestas, +0,23% e +1,05%, respectivamente.

O crescimento de 2,01% da atividade econômica capixaba nos três primeiros meses do ano foi influenciado pelo aumento no volume de vendas no comércio varejista (+7,9%), uma vez que o nível de produção industrial recuou 8,5% e o setor de serviços, -1,9%, de acordo com as pesquisas mensais do IBGE.

    Na comparação entre março e fevereiro de 2019, observa-se uma retração (-0,3%) da atividade econômica do Estado do Espírito Santo, na série livre de sazonalidade, desempenho muito próximo ao do Brasil (-0,28%).

O fraco desempenho da atividade econômica nacional, medido pelo IBC-BR, reforça as expectativas de baixo crescimento do PIB para o primeiro trimestre de 2018. Para o Espírito Santo, embora a expectativa de redução do ritmo de crescimento do IBCR-ES tenha sido confirmada, o estado capixaba tem se destacado positivamente em relação ao cenário nacional.