Saldo de crédito capixaba amplia-se em todas as bases de comparação em outubro de 2018

O saldo total de crédito no Brasil apresentou redução mensal de -0,2% em outubro, ficando em R$ 3,16 trilhões. Em comparação com outubro de 2017 a evolução foi positiva em 3,5%.


Já para o Espírito Santo, o montante de crédito teve evolução positiva em todas as bases de comparação no mês de outubro. A soma total do saldo de operações no estado ficou em R$ 47,9 bilhões.

Em relação à inadimplência no Brasil, houve nova mínima histórica nas taxas das pessoas físicas e do crédito livre, ficando em 3,39% e 4,07%, respectivamente, e representando reduções centesimais em relação ao recorde anterior, registrado em setembro.

    No final de novembro o Banco Central divulgou duas circulares que realizam ajustes nos recolhimentos compulsórios sobre recursos à vista e a prazo. Segundo a instituição, as mudanças estão no âmbito do pilar Crédito mais Barato, da Agenda BC+, e promovem uma simplificação nas regras do compulsório que permitirão redução de custos para o sistema financeiro.

As taxas de juros e o spread médio do país tiveram aumento em outubro, mas também se mantêm em níveis melhores (mais baixos) do que no mesmo período do ano passado. Isso reforça que o ano de 2018 tem sido de recuperação para o mercado de crédito brasileiro.